shopping-bag 0
Itens : 0
Subtotal : 0.00
Ver Carrinho Finalizar

Louletano DC 1 – 0 Amora FC (Seniores) – Amora perde em jogo repleto de contestação!

No Estádio Municipal de Loulé, Louletano Desportos Clube e Amora Futebol Clube defrontaram-se para a 23ª jornada da Série D do Campeonato de Portugal.

Duas equipas em polos opostos da tabela. O Louletano procurava pontos para se afastar o mais possível da zona de despromoção, enquanto que o Amora precisava da vitória para manter a pressão sobre os clubes da frente.

A partida começou com o Louletano a ter o primeiro lance de perigo. À passagem do décimo minuto, uma incursão pelo lado direito do ataque obrigou o guarda-redes amorense, Patrick, a defender para canto. O jogo entrou numa toada mais morna, com a equipa da casa a explorar o seu flanco direito, e o Amora a criar perigo por intermédio de Ruben Fidalgo, que ao minuto 21 esteve muito perto de inaugurar o marcador. A equipa visitante ia mantendo a pressão e aos 23 minutos foi a vez de Christophe rematar de longe para grande intervenção do guarda-redes de Loulé. O Amora ficava assim por cima do jogo, aproximando-se cada vez mais do golo, mas falhando na finalização. Já perto do intervalo, Joca atacou pelo lado esquerdo e foi derrubado já dentro da área. Os adeptos e jogadores amorenses pediram grande penalidade, mas o árbitro nada assinalou e assim a partida foi para intervalo empatada a 0.

A segunda parte manteve a mesma toada. O Louletano aumentou a agressividade defensiva, com o avançado amorense Eloi a ser agredido na cara, mas com o árbitro a não assinalar nada. Aos 56 minutos, Leo Tomé esteve perto de marcar no contra-ataque rápido, mas permitiu a defesa. E como quem não marca sofre, aos 63 minutos, o defesa brasileiro, Carlos Chabá saltou mais alto que a defesa amorense e cabeceou para o fundo das redes de Patrick, fazendo assim o único golo da partida. Contra a corrente do jogo, o Louletano chegava à vantagem e prometia muita emoção nos minutos finais da partida.

Aos 75 minutos, Fidalgo esteve novamente perto da igualdade mas voltou a falhar na finalização. Os jogadores amorenses queixavam-se de dualidade de critérios por parte da equipa de arbitragem e jogavam com mais coração do que cabeça, na tentativa de chegar pelo menos ao empate. Os jogadores da casa iam queimando tempo, e foi com espanto que viram o quarto árbitro levantar a placa indicando que apenas se iriam jogar 4 minutos de tempo de compensação.

Aos 92 minutos, e numa das últimas jogadas do encontro, Lacão rematou cruzado mas a bola saiu para fora. A partida terminava assim com a vitória do Louletano, num jogo repleto de contestação à equipa de arbitragem, que ao longo do jogo teve algumas decisões extremamente controversas.

Na próxima jornada, o Amora Futebol Clube recebe, no Estádio da Medideira, o Real Sport Clube, em jogo a contar para a 24ª jornada da Série D do Campeonato de Portugal.

 

Viva o Amora Futebol Clube!

A Direcção de Comunicação – Amora FC

Deixar Resposta