shopping-bag 0
Itens : 0
Subtotal : 0.00
Ver Carrinho Finalizar

Amora FC 3 – 2 Real SC (Seniores) – Amora derruba Real!

Jogo grande na Medideira, este domingo, com a equipa do Amora Futebol Clube a receber o Real Sport Clube em jogo a contar a 24ª jornada da Série D do Campeonato de Portugal.

Frente a frente estavam o Amora, actual sexto classificado do campeonato com 38 pontos, e o Real, segundo classificado com 47 pontos. Esta partida ganhava um valor acrescido para a equipa visitante, uma vez que entrava para campo sabendo da vitória do Oriental sobre o Redondense por 3-1, e qualquer resultado sem ser a vitória poderia relançar a corrida pelo segundo lugar. Já o Amora procurava surpreender o Real e voltar a aproximar-se dos 3 primeiros da tabela.

A partida começou sem grandes oportunidades. O Real entrou mais dominante, conquistando a posse de bola com facilidade e aproximando-se da baliza amorense mas sem criar grandes lances de perigo. A defesa parecia concentrada, até que à passagem do minuto 11, o defesa central brasileiro que fazia a sua estreia pelo Amora, Cassius Vinicius, abordou mal um lance com o ponta de lança do Real, João Magno, que ganhou o lance e avançou pela ala direita. Já dentro da área, deixou a bola para Hugo Machado que rematou forte e fez assim o primeiro da partida. O Real chegava assim à vantagem e obrigava a equipa da casa a esforços redobrados na procura dos três pontos.

O avançado João Magno ia causando mossa na defesa amorense, impondo o seu físico e permitindo aos extremos aproveitar segundas bolas para lançar ataques rápidos. Já o Amora tinha bastantes dificuldades em unir o seu jogo, com o avançado Jussane a aparecer muito sozinho e sem apoio. No entanto, aos 21 minutos o extremo direito Joca fez-se valer da sua qualidade técnica e, depois de passar por dois adversários, “pingou” a bola para Luís Elói que aparecia ao segundo poste e tocou de cabeça para Leo Tomé que apenas teve que encostar para fazer o empate no Estádio da Medideira.

A equipa amorense chegava assim ao empate e podia mesmo ter chegado à vantagem no lance seguinte. O lateral-esquerdo Bruno Langa combinou com Luís Elói, que já dentro da área deixou em Jussane, mas o avançado permitiu a defesa. A partida entrava assim numa toada mais rápida, com as duas equipas a procurarem o golo e os lances de perigo sucediam-se. Aos 25 minutos, Filipe Andrade esteve perto de aproveitar uma má saída do guarda-redes Patrick para fazer o 2-1, não fosse o defesa centra Tiago Duque antecipar-se para fazer o alívio. Já aos 31 minutos foi a vez de Christophe testar os reflexos do guarda-redes do Real, Filipe Mendes que realizou a defesa da tarde ao “voar” para defender uma bola muito puxada junto ao poste.

O Real voltou a crescer depois desse lance, procurando mais a posse de bola e remetendo o Amora para tarefas mais defensivas, mas o resultado não sofreria alterações e ao intervalo o marcador assinalava um empate a uma bola.

A 2ª parte foi diferente. Os primeiros minutos foram passados novamente muito a meio campo, com o primeiro sinal de perigo a acontecer aos 58 minutos, altura em que o árbitro anulou um ataque prometedor do Real por falta sobre o defesa Tiago Duque. A equipa visitante procurava o golo mas o Amora, bastante concentrado e organizado defensivamente, ia controlando bem os seus movimentos ofensivos. Até que, aos 68 minutos, Joca recuperou uma bola do lado esquerdo do ataque e, depois de fintar três adversários, rematou enrolado ao 2º poste, fazendo assim o segundo golo do Amora. A equipa da casa chegava assim ao 2-1, que passou a 3-1 aos 74 minutos, quando Leo Tomé bateu um livre já dentro do meio campo do Real, e o avançado Jussane cabeceou quase de costas, com a bola a fazer um arco e a passar por cima do guarda-redes Filipe Mendes. O Real via-se assim a perder 3-1 no espaço de seis minutos, um resultado que permitia ao Oriental ultrapassa-los na tabela classificativa.

Os comandados de António Pereira começaram então a atacar de forma mais constante, lançando bolas longas para o possante avançado João Magno, mas abria espaços nas costas que eram aproveitados por Joca, Elói e Fidalgo para causarem calafrios nas dezenas de adeptos do clube de Massamá que se deslocaram à Amora.

Aos 88 minutos, o avançado Filipe Andrade ainda reduziu para 3-2, recebendo uma bola de João Magno (que parte de posição irregular) e picando à saída de Patrick. A equipa de Massamá ainda procurou o empate mas o resultado não sofreria mais alterações.

O Real voltou assim a perder ao fim de seis jogos sem saber o sabor da derrota, e viu o Oriental ascender ao segundo lugar, enquanto que o Amora conseguiu uma vitória moralizadora que lhe permite manter a pressão sobre os quatro clubes da frente.

Na próxima jornada, o Amora Futebol Clube desloca-se ao Montijo para defrontar o Clube Olímpico do Montijo, em jogo a contar para a 25ª jornada da Série D do Campeonato de Portugal.

 

Viva o Amora Futebol Clube!

Direcção de Comunicação – Amora FC

Deixar Resposta